Burbury - 25 de agosto de 2017

Novo recurso do Google copia funcionalidade do Snapchat

Quem pensou que o Google ia lidar amigavelmente com a rejeição da proposta de compra do Snapchat, estava muito enganado. A oferta de US$ 30 bilhões feita em 2016 foi recusada, e por causa disso a gigante das buscas adotou a mesma postura do Facebook (que também já tentou comprar o aplicativo): se não posso ter eles, vou copiá-los!

Google-Stamp-2-1024x576

O Google promete lançar em breve uma nova funcionalidade inspirada no Discover, aquela seção do Snapchat que veicula notícias através de conteúdo mais interativo, como imagens, vídeos, GIFs e notas rápidas, com a opção de acessar o artigo para saber mais. É o famoso resumão para quem quer ficar por dentro de algo, mas não quer se dedicar a um textão.

O Stamp deverá aparecer entre os primeiros resultados das buscas do Google, provavelmente no formato carrossel, mostrando resultados relacionados ao que foi pesquisado.

O recurso deve utilizar a tecnologia AMP para carregamento rápido de páginas, funcionalidade de código aberto desenvolvida pelo Google e parceiras para fornecer páginas mais leves durante a navegação em dispositivos móveis. O Stamp deve ganhar vida aliado a grandes portais de notícias e veículos conceituados, e desde já conta com parceiros como Vox Media, Mic, The Washington Post, Time Inc. e CNN.

O Stamp está sendo desenvolvido para ser veiculado através dos demais produtos do Google, sem necessidade de um aplicativo em específico, o que aumenta a sua abrangência. Sendo assim, o Snapchat fica ainda mais em desvantagem, pois tem seu público delimitado pelos usuários que possuem seu aplicativo instalado.

A estratégia do Google é clara: fazer com que o usuário fique cada vez mais tempo dentro do seu sistema de busca, evitando que ele saia para links externos. Por aqui ficamos só na curiosidade para saber qual vai ser o próximo capítulo da cruzada contra o Snapchat. #atentos